Economia pauta o segundo encontro do Bate-papo Profissional

01.06.2020

A segunda edição do Bate-papo Profissional, versão online da tradicional Feira das Profissões, que auxilia os estudantes quanto às escolhas das carreiras, recebeu o economista Rodolfo Nehme, com mediação do professor Felipe Marinho e do coordenador do INSPVest, Guilherme Freitas. 

 

As Ciências Econômicas são o campo de saber que estuda a atividade econômica de uma sociedade, composta pela produção, distribuição e acumulação de bens. As disciplinas de formação em Economia contemplam áreas exatas e humanas como Cálculo, Estatística, Matemática, História da Economia, Sociologia e Políticas Públicas, entre outras. 

 

Nehme apontou que tanto os setores público e privado, quanto o acadêmico, oferecem demanda para o profissional dessa área.  Na iniciativa privada, o trabalho envolve essencialmente visão estratégica para maximização de lucro e análises de dados para chegar ao melhor resultado possível dentro do cenário econômico e político. A administração pública contempla mais o profissional com um perfil mais de planejamento orçamentário. Na carreira acadêmica, a atuação é com pesquisas que envolvam, principalmente, a correlação de temas que, a princípio, não tem correspondência óbvia.

 

“De forma geral, é uma profissão que exige um perfil analítico, curiosidade e aptidão para solução de

problemas e trabalho em equipe”, explicou o economista. Juntos, Rodolfo e o coordenador Guilherme, que também tem formação em Economia, traçaram um paralelo entre algumas universidades do Rio de Janeiro que disponibilizam o curso com conteúdos mais adequados a determinados campos de atuação. 

 

As formações da Fundação Getúlio Vargas e da IBMEC, por exemplo, atendem melhor aos estudantes que pretendem trabalhar diretamente com mercado financeiro e finanças, com carga maior de disciplinas matemáticas. Já a UFF e a UFRJ possuem um currículo com mais disciplinas de humanas e da história do pensamento econômico. UERJ e UNIRIO estariam, por sua vez, em um meio termo.

 

“Um bom economista, mesmo que trabalhe com investimentos,  deve entender de Geografia e Geopolítica, porque fatores externos, que acontecem na Ásia ou Europa, por exemplo, influenciam no mercado”, esclareceu Nehme. 

 

O convidado encerrou sua participação no encontro com um conselho valioso. “Se você ainda não tem certeza sobre o que gosta, uma ciência social é um ótimo caminho a seguir, porque dá uma visão ampla de várias áreas de atuação. Estar ligado aos temas da economia te engrandece e valoriza como ser humano e profissional porque eles fazem parte do dia a dia da sociedade. Boa sorte a todos”, despediu-se ele.

Please reload

MEUS POSTS DESTACADOS

Evoluiu! Estudantes rumo ao Ensino Médio!

23.12.2019

1/10
Please reload

MEUS POSTS RECENTES

Please reload

ESCREVA PARA NÓS

Rua Fernando Osório, 24 - Flamengo - Rio de Janeiro - RJ

CEP: 22230-040

Tel.: (21) 2552-3398 / 2552-3348